domingo, 31 de agosto de 2014

Casa das Rosas

Roseiras de muitas cores, parece um arco-iris
um banheiro rosa.....um banheiro azul....




Que a cada dia você tenha paciência 
para as dificuldades, 
Sensatez para as escolhas,
 delicadezas 
para as palavras 
e coragem para as provas. 
Ame muitas coisas, porque em amar está 
a verdadeira força! 
Quem ama muito conquistará muito! 
E o que for feito com amor 
estará bem feito.
(A.D.)


exposição Goma de Mascarar Sabor Mental na #CasadasRosas

interessante como se pode mascarar palavras....mensagens....




" Aprenda a se preservar. A falar pouco ou quase nada. Aprenda que coisas do coração são coisas sagradas, e só devem ser ditas a quem vai ouvi-las com carinho e ficar feliz junto contigo. Desabafo a gente faz a quem torce verdadeiramente pra que os ventos mudem, e os caminhos bons apareçam na nossa frente..."
Desconhecido




CCSP Exposição Anual de Ikebana

A Associação de Arte Floral Kado Iemoto Ikenobo da América do Sul, em parceria com o CCSP, realiza, de 28 a 31 de agosto, a exposição anual de Ikebana. Desde a primeira mostra, realizada em 1990, foram executados a cada ano inúmeros temas, fazendo com que a exposição de Ikebana passasse a fazer parte da programação de atividades anuais do Centro Cultural.
Este ano o tema é Uma Flor, Uma Emoção. Ou seja, por meio de uma flor queremos proporcionar um momento de paz, tranquilidade e respeito e que assim ela possa afagar o nosso atribulado dia a dia, cada vez mais cheio de obrigações e preocupações.










Tantos arranjos magníficos com flores verdadeiros, nem sei dizer qual o mais bonito.


"Mas é preciso escolher. Porque o tempo foge. Não há tempo para tudo. Não poderei escutar todas as músicas que desejo, não poderei ler todos os livros que desejo, não poderei abraçar todas as pessoas que desejo. É necessário aprender a arte de “abrir mão” – a fim de nos dedicarmos àquilo que é essencial." 
— Rubem Alves.




CCBB Ciclo Criar com o que temos

meu fantasma favorito





o nada também é arte


Acho que vou mergulhar em dunas de copos plásticos



Vamos dançar com um painel....




Que imaginação; absorventes internos viram um lustre....uauhhhhh






"E hoje, mais do que nunca, sinto que não devo nada para ninguém.
 A gente demora demais para se livrar de pesos e culpas.
 Mas um dia, finalmente, a gente acorda.
 E descobre que tem uma vida inteirinha pela frente."
 — Clarissa Corrêa



terça-feira, 19 de agosto de 2014

As Regras Da Sensatez - Rui Veloso



Nunca voltes ao lugar

Onde já foste feliz
Por muito que o coração diga
Não faças o que ele diz

Nunca mais voltes à casa
Onde ardeste de paixão
Só encontrarás erva rasa
Por entre as lajes do chão

Nada do que por lá vires
Será como no passado
Não queiras reacender
Um lume já apagado

São as regras da sensatez
Vais sair a dizer que desta é de vez

Por grande a tentação
Que te crie a saudade
Não mates a recordação
Que lembra a felicidade

Nunca voltes ao lugar
Onde o arco-íris se pôs
Só encontrarás a cinza
Que dá na garganta nós

São as regras da sensatez
Vais sair a dizer que desta é de vez


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...