sábado, 5 de outubro de 2013

Curiosidades - Os Ciganos no Brasil



Enfiavam em cada dedo anéis e não criavam apego a lugares, de tanto que conhecessem a ligeireza do mundo.

O Brasil é o terceiro país que mais acolheu e acolhe os ciganos, no mundo, apenas superado pela Espanha e Bulgária. Grandes artistas como Castro Alves, Cecília Meireles, Guerra Peixe, Fagner e Wagner Tiso são ciganos.
Poucos sabem, mas várias palavras que usamos no cotidiano, como: pechincha, pileque, rango, pirar, e entre outras, tem origem na língua cigana. O termo maragato, corrente no Sul do Brasil, vem do nome dado aos ciganos na fronteira com Uruguai.
As saias rodadas das baianas não tem origem na África, mas na vestimenta das ciganas. O violão, instrumento central de nossa música, foi trazido pelos ciganos. O lundu, tido como a mais significativa dança afro-brasileira do período colonial, é idêntico à Zarzuella espanhola, trazida pelos ciganos ao Brasil.
O primeiro cigano, da Europa central a chegar ao Brasil teria sido o tcheco Jan Nepomuscky Kubitschek, bisavô do grande presidente da República Juscelino Kubitschek. O presidente bossa-nova, que adorava música, alegria, dança e mulheres, era obcecado pelo Império Egípcio e fundou Brasília na forma de pássaro, idêntica às antigas cidades egípcias do Alto do Nilo.
A presença Cigana no Brasil inicia-se em 1574 com o cigano ibérico, João Torres. Não chegou à trabalho e nem a passeio, mas degredado de Portugal com sua família.


Fonte: https://www.facebook.com/espacocrystal


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...