quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Feliz Halloween





"Há controversas em ser uma bruxa, muitas acham que ser bruxa é ser má, uma pessoa ruim... Errado! Há tanta gente no mundo que não é bruxa e nem acredita que exista que é mil vezes pior e muito pior que uma bruxa de contos de fadas.
Uma bruxa é misteriosa, contagiante, é fascinante; ser bruxa é assumir seu lado feminino, sedutor, é deixar fluir a magia que tem guardada dentro de si, é ser autêntic

a. Uma bruxa se caracteriza pelo modo de ser... Cabelos longos divididos no meio, unhas compridas com cores escuras, olhos penetrantes, mas amáveis. As pessoas se apegam muito fácil a elas, pois são sempre muito amigas. Muitas utilizam uma corrente com um pentagrama ou um cristal. Cultuam a natureza e tudo que nela reside. Uma bruxa sabe reverter o ódio em amor, o rancor em perdão, a tristeza em alegria. Não guarda rancor e não sabe ter ódio e não aceita que as odeiam. Mas sabem muito bem como seguir em frente e enfrentar o ódio sem aumentá-lo até o ponto de derrotá-lo.
Ser bruxa, é luz, é vida, é magia e às vezes sombra; é a lua, o sol e as estrelas; é força mesmo nas horas em que se sente mais fraca, são sabedoria e criatividade nas horas mais difíceis, sabe juntar os desejos do coração com a sabedoria da mente agindo sempre do modo correto. É acreditar, é confiar muitas vezes cegamente. Mas quando ama de verdade ninguém muda seus sentimentos, é amiga e sempre fiel.
Quem usa o nome bruxa para a maldade não sabe o que é ser bruxa e realmente não é uma bruxa, pode ser qualquer coisa menos bruxa."

(Texto da Net)


beijokas encantadas

RaSena


"Tudo que amo deixo livre,pois se estiver ao meu lado sei que conquistei se não sei que jamais possui."
(Fernão Capelo Gaivota)

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Bolo Musse de Morango com Chocolate


Abraça-me
Abraça-me. Quero ouvir o vento que vem da tua pele, e ver o sol nascer do intenso calor dos nossos corpos. Quando me perfumo assim, em ti, nada existe a não ser este relâmpago feliz, esta maçã azul que foi colhida na palidez de todos os caminhos, e que ambos mordemos para provar o sabor que tem a carne incandescente das estrelas. Abraça-me. Veste o meu corpo de ti, para que em ti eu possa buscar o sentido dos sentidos, o sentido da vida. Procura-me com os teus antigos braços de criança, para desamarrar em mim a eternidade, essa soma formidável de todos os momentos livres que a um e a outro pertenceram. Abraça-me. Quero morrer de ti em mim, espantado de amor. Dá-me a beber, antes, a água dos teus beijos, para que possa levá-la comigo e oferecê-la aos astros pequeninos. 
Só essa água fará reconhecer o mais profundo, o mais intenso amor do universo, e eu quero que delem fiquem a saber até as estrelas mais antigas e brilhantes. 
Abraça-me. Uma vez só. Uma vez mais. 
Uma vez que nem sei se tu existes. 


Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'


domingo, 7 de outubro de 2012

Pão de Panela de Pressão

Ingredientes:
Para a massa :

1 ovo
1 copo (250ml) de leite morno ou água
25 g de fermento biológico fresco (10g de fermento biológico seco)
1 colher (sopa) de açúcar
Cerca de 500 g de farinha de trigo
Sal a gosto
1/2 xícara (chá) de óleo
Margarina para untar a panela de pressão
Fubá para enfarinhar a panela de pressão

Para o recheio salgado (opcional)

100 g de salame em fatias picado
100 g de queijo provolone ralado
150 g de queijo mussarela ralado
1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas
Orégano a gosto

Para o recheio de chocolate (opcional)

300g de chocolate ao leite ou meio amargo picado

Modo de Preparo:

Na vasilha da batedeira, dissolva o fermento com o açúcar, acrescente o leite morno, o ovo, o óleo, o sal e metade da farinha de trigo.

Bata na batedeira por 5 min, em velocidade média ou até que a massa fique elástica (esse processo faz com que a massa fique elástica evitando sovar).

Numa superfície enfarinhada, acrescente o restante da farinha de trigo na massa (ou quantidade que baste. A massa tem que ficar bem macia e levemente pegajosa).

Abra a massa com o auxilio das mãos enfarinhadas.

Acrescente como recheio 100 g de salame em fatias picado, 100 g de queijo provolone ralado, 150 g de queijo mussarela ralado, 1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas e orégano a gosto.
Feche a massa como um envelope e molde com as mãos formando uma bola.

Se você fizer com chocolate, abra a massa, distribua os pedaços de chocolate uniformemente em toda a massa e enrole como rocambole. Enrole novamente o rocambole para fazer uma bola assim como mostro na foto.

Coloque no fundo da panela de pressão untada com bastante margarina e enfarinhada com fubá ou farinha de trigo.

Feche a panela de pressão e deixe fora do fogo para que a massa cresça.

O tempo de crescimento vai girar em torno de 1h (vai depender da temperatura ambiente).

Depois do crescimento, polvilhe queijo mussarela e queijo provolone ralados e orégano a gosto.
Se estiver fazendo o pão com chocolate, não polvilhe nada antes de assar. Após assado e frio, polvilhe açúcar de confeiteiro.

Feche novamente a panela de pressão e leve a panela ao fogo bem baixo por cerca de 30 min. Não é necessário esperar a panela chiar para contar o tempo (ligue o fogo e volte o botão ao mínimo, quase apagando a chama. Tome cuidado para que o fogo não apague com corrente de ar).

Com o fogo bem baixo, a parte da massa que fica em contato com a panela não queima, mas leia a dica no final desta receita caso você sinta cheiro de queimado durante o tempo que o pão estiver assando.

Para assar em forno comum é só deitar em uma forma alta e com espaço suficiente para o crescimento.

Crescer em torno de 1 hora, pincelar gema, salpicar queijo parmesão ou gergelim. Assar de 20 a 30 minutos ou até que fique corado.

Dicas:

- Chama ideal: para assar este pão, usei uma dica bem antiga que aprendi com minha mãe. Eu ligo a chama do fogão e volto com o botão como se estivesse desligando e deixo a chama bem baixinha.
Mas é importante que você tome conta, pois pode apagar com a corrente de ar.

- Pão sem recheio: Você pode fazer o pão sem recheio apenas para comer no lanche passando um patê, pasta ou manteiga. Fica uma delícia!
O pão feito com recheio conforme fiz no programa Mais Você, não fica tão alto, mas também fica muito gostoso.

- Economia: Essa receita economiza gás de cozinha, pois ligando o forno para assar o pão consome mais gás.

- Cheirinho de queimado: É comum durante o processo, você sentir um cheiro de queimado. Não se assuste. Talvez você não conseguiu diminuir a chama do fogão o suficiente, mas quando o pão ficar pronto, deixe esfriar para não se queimar, desenforme da panela e corte a casquinha que ficou em contato com o fundo da panela. O pão não fica com sabor de queimado. Existe um utensílio culinário que se chama difusor. Ele é muito bom para ser usado na hora de assar este pão.

- Panela de pressão tradicional: Caso sua panela de pressão tenha aba interna, será necessário cortar o pão em quatro ainda dentro da panela e retirar gomo por gomo na hora de desenformar.

- Pão assado no vapor: Note que o pão sai branco na superfície pois foi assado no vapor da panela, mas as laterais ficam com uma casquinha muito gostosa.

- Na panificadora: se você tiver panificadora, pode colocar a massa na opção AMASSAR. Quando terminar de amassar, não deixe crescer na panificadora. Coloque para crescer na panela de pressão conforme explico na receita.

- Assando em forno convencional: para assar em forno comum é só deitar em uma forma alta e com espaço suficiente para o crescimento.
Programa Mais Você
Fonte: Blog Mauro Rebelo


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...