segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

FELIZ ANO NOVO - 2013



 

Para acontecer, há de se entregar por inteiro, de coração.
Segue o chamado da tua alma,ouça o seu interior.
 Abre a porta e segue...
Sem medo!
O que te espera do outro lado é infinitamente melhor do que jamais você pensou ver...
O medo fecha portas, a coragem derruba muralhas.
Abra a porta do Ano Novo com ousadia para receber 
toda a felicidade que só o coração pode suportar.
bjbj
com muito carinho
RaSena



sábado, 29 de dezembro de 2012

Pão recheado com queijo e bacon



Sugestão, Molho Tártaro:
1 xícara de chá de picles de pepino
1 xícara de chá de maionese
2 colheres de sopa de azeitona picada
1/2 xícara de chá de creme de leite
1/2 colher de sopa de mostarda
Sal a gosto

Dica: você pode comprar o pão e apenas rechear.

Receita e vídeo:
http://www.rhodesbread.com/recipes/view/2257


tirei a receita daqui: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=189356971205565&set=pb.101447593329837.-2207520000.1356835796&type=3&theater

para um lanche no final da tarde ou mesmo à noite, o na hora em que preferir - bom demais.

bjbj
RaSena

charlote de pessego



 2 claras
· 1 xícara (chá) de açúcar
· 1/2 xícara (chá) de água
· 1 lata de pêssego em calda (reserve a calda)
· 1 e 1/2 envelope de gelatina incolor sem sabor
· 200 g de chantilly
· 1 caixa de biscoitos tipo champanhe

Modo de preparo:

Bata as claras em neve. Numa panela, ponha o açúcar e a água, e leve ao fogo até formar uma calda. Despeje aos poucos a calda ainda quente sobre as claras em neve e continue batendo até o ponto de marshmallow. Coe o pêssego. Bata o pêssego no liquidificador até formar um creme. Dissolva a gelatina conforme indica a embalagem. Numa tigela misture o creme de pêssego, a gelatina, o marshmallow e o chantilly. Umedeça de leve os biscoitos na calda reservada e forre o fundo e as laterais de uma forma média de bolo inglês. Ponha o creme e leve ao freezer por uma hora. Desenforme e decore a gosto.

Dica: Você pode usar abacaxi em calda em vez do pêssego.

charlote de chocolate



 3 xícaras (chá) de leite
· 2 colheres (sopa) de amido de milho
· 2/3 de xícara (chá) de açúcar
· 8 gemas
· 300 g de chocolate meio amargo picado
· Gotas de essência de baunilha a gosto
· 200 g de pão tipo brioche esfarelado
· 1 copo (americano) de café
· 100 g de morango
· Folhas de hortelã para decorar

Modo de preparo:

Aqueça o leite e junte o amido, o açúcar e as gemas. Mexa até engrossar. Retire do fogo e divida o creme em duas partes. Em uma delas, junte 200 g do chocolate picado. Mexa até formar um creme liso. À outra metade misture a baunilha. No fundo de uma taça espalhe metade do creme de chocolate. Reserve. Umedeça o brioche esfarelado com o café e ponha sobre o creme de chocolate. Cubra com o creme de baunilha e faça uma última camada com o restante do creme de chocolate. Decore com os morangos e com a hortelã. Sirva gelado.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

para tirar manchas de roupas



Bicarbonato de sódio + Água quente + Vinagre: são itens essenciais na remoção de manchas.

O bicarbonato de sódio usado em diversas receitas culinárias tem o mesmo efeito de alguns produtos de limpeza, só que em menor escala. Em contato com as manchas, aquelas bolinhas que aparecem são, na verdade, gases que liberam a sujeira em uma reação química. O sódio é a base do sabão e de alguns outros produtos de limpeza.

Fonte:
http://entretenimento.r7.com/moda-e-beleza/noticias/aprenda-truques-rapidos-para-tirar-manchas-de-roupa-20110818.html?question=0

terça-feira, 25 de dezembro de 2012


Chegou!

O aniversário tão esperado pelos cristãos!

Aguardado para comemorar o renascimento da esperança e da fé. Vamos
aproveitar esse momento para vibrar em perdão, amor e muita alegria;

FELIZ NATAL!!!!

bjbj com carinhos RaSena



segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Livro: Cinquenta Tons Mais Escuros - E.L.James



Romance erótico de sucesso mundial, Cinquenta tons de cinza narra a apimentada relação entre uma recatada jovem, Anastasia Steele, e o enigmático empresário Christian Grey. O segundo volume da trilogia de E. L. James, Cinquenta tons mais escuros, tem lançamento marcado no Brasil para 15 de setembro.

Parte da Trilogia:


O início do primeiro capítulo:

"Sobrevivi ao terceiro dia pós-Christian, e ao primeiro dia no emprego. Foi uma distração bem-vinda. O tempo voou numa névoa de rostos novos, trabalho a fazer e a presença do Sr. Jack Hyde. O Sr. Jack Hyde... ele sorri para mim, os olhos azuis cintilantes, ao se recostar contra minha mesa."

Puro Erotísmo - BOA LEITURA


quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Livro: Cinquenta Tons de Cinza - E.L.James




Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seu próprios termos...

Parte da Trilogia:



O livro virou febre - muitos falando dele, é claro que fiquei muito curiosa mas, na estória, tudo é muito perfeito - o homem perfeito, lindo, maravilhoso, com traumas; se apaixona pela garota tímida e sem graça que se transforma em ...

BOA LEITURA



segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A Arte de ser Feliz




Acorde todas as manhãs com um sorriso.
Esta é mais uma oportunidade
que você tem para ser feliz.
Seja seu próprio motor de ignição.
O dia de hoje jamais voltará.
Não o desperdice,
pois você nasceu para ser feliz!
Enumere as boas coisas que você tem na vida.
Ao tomar consciência do seu valor,
você será capaz de ir em frente com muita força,
coragem e confiança!
Trace objetivos para cada dia.
Você conquistará seu arco-íris,
um dia de cada vez.
Seja paciente...

Não se queixe do seu trabalho,
do tédio, da rotina,
pois é o seu trabalho que o mantém alerta,
em constante desenvolvimento pessoal e profissional,
além disso o ajuda a manter a dignidade.

Acredite, seu valor está em você mesmo.
Não se deixe vencer,
não seja igual, seja diferente.
Se nos deixarmos vencer,
não haverá surpresas, nem alegrias...
Conscientize-se que a verdadeira felicidade
está dentro de você.

A felicidade não é ter ou alcançar, mas sim dar.
Estenda sua mão.
Compartilhe. Sorria. Abrace.
A felicidade é um perfume que você
não passa nos outros sem que o cheiro fique
um pouco em suas mãos.

O importante de você ter uma atitude positiva
diante da vida, ter o desejo de mostrar
o que tem de melhor,
é que isso produz maravilhosos efeitos colaterais.
Não só cria um espaço feliz
para os que estão ao seu redor,
como também encoraja outras pessoas
a serem mais positivas.

O tempo para ser feliz é agora.
O lugar para ser feliz é aqui!

(Roberto Shinyashiky)

Boa Semana




(Foto da NET)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Feliz Halloween





"Há controversas em ser uma bruxa, muitas acham que ser bruxa é ser má, uma pessoa ruim... Errado! Há tanta gente no mundo que não é bruxa e nem acredita que exista que é mil vezes pior e muito pior que uma bruxa de contos de fadas.
Uma bruxa é misteriosa, contagiante, é fascinante; ser bruxa é assumir seu lado feminino, sedutor, é deixar fluir a magia que tem guardada dentro de si, é ser autêntic

a. Uma bruxa se caracteriza pelo modo de ser... Cabelos longos divididos no meio, unhas compridas com cores escuras, olhos penetrantes, mas amáveis. As pessoas se apegam muito fácil a elas, pois são sempre muito amigas. Muitas utilizam uma corrente com um pentagrama ou um cristal. Cultuam a natureza e tudo que nela reside. Uma bruxa sabe reverter o ódio em amor, o rancor em perdão, a tristeza em alegria. Não guarda rancor e não sabe ter ódio e não aceita que as odeiam. Mas sabem muito bem como seguir em frente e enfrentar o ódio sem aumentá-lo até o ponto de derrotá-lo.
Ser bruxa, é luz, é vida, é magia e às vezes sombra; é a lua, o sol e as estrelas; é força mesmo nas horas em que se sente mais fraca, são sabedoria e criatividade nas horas mais difíceis, sabe juntar os desejos do coração com a sabedoria da mente agindo sempre do modo correto. É acreditar, é confiar muitas vezes cegamente. Mas quando ama de verdade ninguém muda seus sentimentos, é amiga e sempre fiel.
Quem usa o nome bruxa para a maldade não sabe o que é ser bruxa e realmente não é uma bruxa, pode ser qualquer coisa menos bruxa."

(Texto da Net)


beijokas encantadas

RaSena


"Tudo que amo deixo livre,pois se estiver ao meu lado sei que conquistei se não sei que jamais possui."
(Fernão Capelo Gaivota)

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Bolo Musse de Morango com Chocolate


Abraça-me
Abraça-me. Quero ouvir o vento que vem da tua pele, e ver o sol nascer do intenso calor dos nossos corpos. Quando me perfumo assim, em ti, nada existe a não ser este relâmpago feliz, esta maçã azul que foi colhida na palidez de todos os caminhos, e que ambos mordemos para provar o sabor que tem a carne incandescente das estrelas. Abraça-me. Veste o meu corpo de ti, para que em ti eu possa buscar o sentido dos sentidos, o sentido da vida. Procura-me com os teus antigos braços de criança, para desamarrar em mim a eternidade, essa soma formidável de todos os momentos livres que a um e a outro pertenceram. Abraça-me. Quero morrer de ti em mim, espantado de amor. Dá-me a beber, antes, a água dos teus beijos, para que possa levá-la comigo e oferecê-la aos astros pequeninos. 
Só essa água fará reconhecer o mais profundo, o mais intenso amor do universo, e eu quero que delem fiquem a saber até as estrelas mais antigas e brilhantes. 
Abraça-me. Uma vez só. Uma vez mais. 
Uma vez que nem sei se tu existes. 


Joaquim Pessoa, in 'Ano Comum'


domingo, 7 de outubro de 2012

Pão de Panela de Pressão

Ingredientes:
Para a massa :

1 ovo
1 copo (250ml) de leite morno ou água
25 g de fermento biológico fresco (10g de fermento biológico seco)
1 colher (sopa) de açúcar
Cerca de 500 g de farinha de trigo
Sal a gosto
1/2 xícara (chá) de óleo
Margarina para untar a panela de pressão
Fubá para enfarinhar a panela de pressão

Para o recheio salgado (opcional)

100 g de salame em fatias picado
100 g de queijo provolone ralado
150 g de queijo mussarela ralado
1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas
Orégano a gosto

Para o recheio de chocolate (opcional)

300g de chocolate ao leite ou meio amargo picado

Modo de Preparo:

Na vasilha da batedeira, dissolva o fermento com o açúcar, acrescente o leite morno, o ovo, o óleo, o sal e metade da farinha de trigo.

Bata na batedeira por 5 min, em velocidade média ou até que a massa fique elástica (esse processo faz com que a massa fique elástica evitando sovar).

Numa superfície enfarinhada, acrescente o restante da farinha de trigo na massa (ou quantidade que baste. A massa tem que ficar bem macia e levemente pegajosa).

Abra a massa com o auxilio das mãos enfarinhadas.

Acrescente como recheio 100 g de salame em fatias picado, 100 g de queijo provolone ralado, 150 g de queijo mussarela ralado, 1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas e orégano a gosto.
Feche a massa como um envelope e molde com as mãos formando uma bola.

Se você fizer com chocolate, abra a massa, distribua os pedaços de chocolate uniformemente em toda a massa e enrole como rocambole. Enrole novamente o rocambole para fazer uma bola assim como mostro na foto.

Coloque no fundo da panela de pressão untada com bastante margarina e enfarinhada com fubá ou farinha de trigo.

Feche a panela de pressão e deixe fora do fogo para que a massa cresça.

O tempo de crescimento vai girar em torno de 1h (vai depender da temperatura ambiente).

Depois do crescimento, polvilhe queijo mussarela e queijo provolone ralados e orégano a gosto.
Se estiver fazendo o pão com chocolate, não polvilhe nada antes de assar. Após assado e frio, polvilhe açúcar de confeiteiro.

Feche novamente a panela de pressão e leve a panela ao fogo bem baixo por cerca de 30 min. Não é necessário esperar a panela chiar para contar o tempo (ligue o fogo e volte o botão ao mínimo, quase apagando a chama. Tome cuidado para que o fogo não apague com corrente de ar).

Com o fogo bem baixo, a parte da massa que fica em contato com a panela não queima, mas leia a dica no final desta receita caso você sinta cheiro de queimado durante o tempo que o pão estiver assando.

Para assar em forno comum é só deitar em uma forma alta e com espaço suficiente para o crescimento.

Crescer em torno de 1 hora, pincelar gema, salpicar queijo parmesão ou gergelim. Assar de 20 a 30 minutos ou até que fique corado.

Dicas:

- Chama ideal: para assar este pão, usei uma dica bem antiga que aprendi com minha mãe. Eu ligo a chama do fogão e volto com o botão como se estivesse desligando e deixo a chama bem baixinha.
Mas é importante que você tome conta, pois pode apagar com a corrente de ar.

- Pão sem recheio: Você pode fazer o pão sem recheio apenas para comer no lanche passando um patê, pasta ou manteiga. Fica uma delícia!
O pão feito com recheio conforme fiz no programa Mais Você, não fica tão alto, mas também fica muito gostoso.

- Economia: Essa receita economiza gás de cozinha, pois ligando o forno para assar o pão consome mais gás.

- Cheirinho de queimado: É comum durante o processo, você sentir um cheiro de queimado. Não se assuste. Talvez você não conseguiu diminuir a chama do fogão o suficiente, mas quando o pão ficar pronto, deixe esfriar para não se queimar, desenforme da panela e corte a casquinha que ficou em contato com o fundo da panela. O pão não fica com sabor de queimado. Existe um utensílio culinário que se chama difusor. Ele é muito bom para ser usado na hora de assar este pão.

- Panela de pressão tradicional: Caso sua panela de pressão tenha aba interna, será necessário cortar o pão em quatro ainda dentro da panela e retirar gomo por gomo na hora de desenformar.

- Pão assado no vapor: Note que o pão sai branco na superfície pois foi assado no vapor da panela, mas as laterais ficam com uma casquinha muito gostosa.

- Na panificadora: se você tiver panificadora, pode colocar a massa na opção AMASSAR. Quando terminar de amassar, não deixe crescer na panificadora. Coloque para crescer na panela de pressão conforme explico na receita.

- Assando em forno convencional: para assar em forno comum é só deitar em uma forma alta e com espaço suficiente para o crescimento.
Programa Mais Você
Fonte: Blog Mauro Rebelo


quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Livro: O Monge e o Executivo - James C. Hunter




um famoso empresário que abandonou sua brilhante carreira para se tornar monge em um mosteiro beneditino, é o personagem central desta envolvente história criada por James C. Hunter para ensinar de forma clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.

os ensinamentos desse livro são para a vida - a forma de tratar o próximo como queremos ser tratados - ensinamento bíblico de forma simples e natural.

Recomendo.










sexta-feira, 24 de agosto de 2012

frango ao curry


1 kg de peito de frango em cubos
tempere com
limão, mostarda, cominho, sal e curry
leve para cozinhar adicionando pequenas porções de água - se necessário,
quando bem macio juntar
1 cs bem cheia de amido de milho dissolvido em
500 ml de leite
mexer enquanto engrossa.
sugestão: sirva com batatas coradas e arroz branco.

tem pratos que são tão simples, que se torna interessante escrever a receita.
esse é assim, rápido, fácil, e temos todos os ingredientes em casa.
só que para o paladar - é um prazer. e a família - adora!
BOM FINAL DE SEMANA E QUE DEUS ABENÇOE A TODOS!


"Se este mundo ainda não é o ideal,
que seja o seu ideal fazê-lo o melhor dos mundos."
Lourival Lopes

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Amor


Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada.
 Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram.
 Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição.
 Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés.
 Os sentimentos são sempre uma surpresa.
 Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. 
Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer.
 Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho...o de mais nada fazer.
(Clarice Lispector)





segunda-feira, 6 de agosto de 2012

"A sua paz interior deve ser a sua meta de vida; quando sentir um vazio na alma, quando acreditar que ainda falta algo, mesmo tendo tudo, remeta o seu pensamento para os seus desejos mais íntimos e busque a divindade que existe dentro de si."
 - Aristóteles -

quinta-feira, 26 de julho de 2012

DIA DOS AVÓS

Um belo dia, sem que lhe fosse imposta
nenhuma das agonias da gestação ou parto,
o doutor lhe põe nos braços uma criança. Completamente grátis - nisto é que está a maravilha. Sem dores, sem choro, aquela criancinha da sua raça, da qual morria de saudades, símbolo ou penhor da mocidade perdida.
No entanto - no entanto! - nem tudo são flores no caminho da avó.
Há acima de tudo, o entrave maior, a grande rival: a mãe. Não importa que ela em si, seja sua filha. Não deixa por isso de ser a mãe. Não importa que ela ensine à criança a lhe dar beijos e a lhe chamar de "vovozinha" e lhe conte que de noite, às vezes, ela de repente acorda e pergunta por você. São lisonjas, nada mais.
Rigorosamente, nas suas posições respectivas, a mãe e a avó representam, em relação ao neto, papéis muito semelhantes ao da esposa e da amante nos triângulos conjugais. A mãe tem todas as vantagens da domesticidade e da presença constante. Dorme com ele, dá-lhe de comer, dá-lhe banho, veste-o. Embala-o de noite. Contra si tem a fadiga, a rotina, a obrigação de educar e o ônus de castigar.
Já a avó não tem direitos legais, mas oferece a sedução do romance e do imprevisto. Mora em outra casa. Traz presentes. Faz coisas programadas, leva a passear, "não ralha nunca", deixa se lambuzar de pirulito. Não tem a menor pretensão pedagógica.
Até as coisas negativas se viram em alegrias quando se intrometem entre avó e neto: o bibelô que se quebrou porque ele - involuntariamente! - bateu com a bola nele. Está quebrado e remendado, mas enriquecido com preciosas recordações: os cacos na mãozinha, os olhos arregalados, o beiço pronto para o choro; e depois o sorriso malandro e aliviado porque ninguém zangou, o culpado foi a bola mesmo, não foi, vó?
Era um simples boneco que custou caro.
Hoje é relíquia: não tem dinheiro que pague!

(Raquel de Queiroz)

terça-feira, 12 de junho de 2012

DIA DOS NAMORADOS


"Eu poderia viver de amor se o corpo não sentisse fome e sede. Eu não poderia viver sem amor, mesmo com todo meu corpo saciado. O amor dá uma razão à vida, dá mesmo muitas razões. E também muitas lições... essas que nunca aprendemos de cor, que reprovamos e ainda ficamos contentes de repetir o ano.
Eu cantaria o amor minha vida inteira, mergulhada num romantismo sem remédio, se o dia-a-dia não me acordasse. Eu queria revelar o que aprendi se as palavras não me faltassem tanto, se pudesse exprimir o que me vai na alma, se pudesse, eu mesma, me ouvir e compreender que a dor do amor é bonita, que as lágrimas de amor são doces e que quando alguns sonhos voam outros nascem da terra. Eu queria... mas no amor sou leiga, apenas uma aprendiz e feliz em sê-lo." Letícia Thompson.

DIA DOS NAMORADOS


POEMA DOS ENAMORADOS

Eu quero passar todos os dias na tua vida
Na hora da chegada e na breve hora da partida
Ouvir tua voz em tantos sons e melodias
Lembrar de ti por tua paz, por teu amor e alegria.

E na alegria eu vou passar todos os dias do teu lado
No aconchego do teu corpo delicado
Dar-te meus braços em abraços bem selados
Trocar contigo mil beijos e afagos

E nesses tantos beijos e afagos tão bem dados
Faremos juntos um caminho de carinho escancarado
Cumprindo bem nosso destino lado a lado.

Nosso destino de sermos dois e, assim, de sermos sempre:
Dois amantes, dois amados, dois corações apaixonados...
Eternamente, entre nós, enamorados!
                      

Adriano Hungaro


  

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Bolo de Laranja - no Liquidificador



2 laranjas inteiras, porém descascadas e sem sementes
2 ovos
1 xc de óleo
2 xc açúcar
Bater bem no liquidificador.
Passar para tigela e juntar:
3 xc de farinha de trigo
1 cs de fermento em pó.
Assar.
Quando assado, e morno desenformar e regar com:
1 xc de caldo de laranja
1/2 xc de açúcar.


Muito prático e bem simples - rapidinho fica pronto!!


quinta-feira, 10 de maio de 2012

Afinidade

Afinidade pode não ser o mais brilhante, mas é o mais sutil, delicado, penetrante e o mais independente dos sentimentos.


Ter afinidade é muito raro, mas quando acontece não precisa de códigos verbais para se manifestar. O que se tem dificuldade de se expressar um "não" ou um "sim", saem simples e espontaneamente diante de alguém com quem se tem afinidade.



Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias ou as impossibilidades. Quando se tem afinidade, basta um reencontro para que a relação retorne, o dia logo recomeça e o afeto retorna ao exato ponto em que foi interrompido.


Ter afinidade é ficar de longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionaram, comoveram ou mobilizaram. É ficar conversando sem trocar uma palava, é receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento. É não sentir-se "com", nem sentir-se "contra", não sentir-se "para", nem sentir-se "por", muito menos "pelo". Quanta gente ama loucamente, mas se sente "contra" o ser amado. Alguns amam muito e se sentem "para" o ser amado e não para eles próprios.


Sentir-se "com" é não ter necessidade de dar explicações sobre o que se está sentindo, basta olhar e perceber. É muito mais calar, ou falar sem necessitar explicar, apenas dizer.


Quem não tem afinidade questiona por não aceitar. Só entra em uma relação rica e saudável, quem primeiro aceita para poder questionar, não negando ao outro a possibilidade de ser o que é, como é, da maneira que é e,  uma vez aceitando-o como é não se faz necessário questionar.


A afinidade é um sentimento singular, discreto e independente, porque não precisa de tempo para existir. É sensível e exige apenas uma coisa, que as pessoas evoluam semelhantemente e que a erosão, o amadurecimento ou aperfeiçoamento sejam no mesmo grau, porque o que define a afinidade é a sua existência contínua.


Afinidade é sentir "coisas" semelhantes e iguais esperanças permanentes. É conversar em silêncio sobre as possibilidades exercidas e das impossibilidades vividas.
"Julieta A. Feitosa"

Sempre gostei muito desse texto, me lembra um tempo em que convivia com uma, dessas amigas em que tudo se baseia em afinidades. Foi ela quem me trouxe esse texto, em uma época já tão distante (14/05/1993). A vida nos afastou em quase todos os sentidos, mas a afinidade é tão grande, que se um dia nos reencontrarmos será como se a separação e o tempo não tivesse existido. Ela sabe que sempre estarei de braços abertos para sua amizade.
RaSena


sexta-feira, 20 de abril de 2012

AMOR


‎"Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos.
 Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada.
 Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. 
Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo.
 Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.
 Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. 
Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. 
Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. 
Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados,
 que os que transam pouco são confiáveis,
 e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. 
Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.
 Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. 
Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas.
 Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente.
 Cada um vai ter que descobrir sozinho. 

E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém."
( John Lennon)

LINDO FINAL DE SEMANA!!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...