terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

como são sensíveis os relacionamentos


Picture Captions

Como são sensíveis os relacionamentos.
Pedem atenção e, sobretudo, consideração.
Uma palavra mal colocada, um riso, um olhar,
um gesto, um silêncio pode prejudicá-los.
E os relacionamentos de namoro, então?...
Os relacionamentos se parecem com o trânsito.
Veículos para lá e para cá.
Uns passam à frente, outros ficam atrás;
uns freiam, outros aceleram.
Mas... cuidado!
Um avanço, uma freada, uma pequena desatenção e
eis a batida, os estragos, as discussões,
as perdas de tempo e dinheiro.
Evite os choques.
Se no trânsito vale a carteira de motorista,
Nos relacionamentos vale a carteira do amor.
(Lourival Lopes)






4 comentários:

Sonia Schmorantz disse...

Como na direção, a gente sabe quais atos podem resultar em acidente e perigo, evitá-los é diminuir os riscos, assim é na relação. Muito interessante este texto!
beijos

Adolfo Payés disse...

Bello como siempre leerte. maravillosos versos..

Un abrazo
Saludos fraternos...

Graça Pereira disse...

Sabes que nunca tinha pensado no namoro ou no amor como regras de trânsito? E não é que o Lourival tem razão em tudo que afirma?
E aqueles que não têm carta de condução e julgam que sabem tudo??
Quantos desastres!!!
Beijocas, Amiga!
Graça

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...