terça-feira, 3 de novembro de 2009

vivenda campestre


nos caminhos de minha infância
via o verde, via as cores das estradas
árvores floridas, chão de terra vermelha
às vezes, um lindo pássaro cruzava o caminho.


as cores tão intensas
e, o cheiro - ah! o cheiro
cheiro de mato - e, quando molhado
mais cheiroso se fazia.


viagem longa, cansativa
chacolejar do carrinho entulhado
de coisas para os dias viver
longe da cidade.


as poucos ia surgindo a pequena vivenda
os irmãos alegres com tantas possibilidades
correr, pular, nadar no lago, brincar na chuva,
pescar no riacho.
ah! que saudades - tempos que se foram
ficaram as lembranças dos risos,
da algazarra infantil, de tantas alegrias,
dos sabores, das cores, dos odores...
RaSena - fevereiro 2005


beijokinhas cheias de carinho

16 comentários:

♥ ♥ Eu disse...

São essas belas lembranças da infância q alimentam muitas vezes o aroma da natureza...bom ter saudades assim.

um grande beijo no coração!

Adolfo Payés disse...

Es una vivienda llena de ternura.. como tus versos..
excelente

Un beso


Un abrazo
Saludos fraternos.

EDUARDO POISL disse...

Lindo, me fez lembrar muita coisa da minha infância, parabéns.


Te desejo uma semana linda com muito amor e carinho.
Abraços com todo meu carinho.

Mary disse...

Oii
que beleza de paisagem...é um belo poema!!! igual a aquele que acompanha a imagem...certamente escrito por si!!!
bjs

Sonia Schmorantz disse...

Este texto me encheu de saudades...muito lindo!
beijo, ótimo final de semana

EDUARDO POISL disse...

Hoje passando para te desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final.
Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder.
Prefiro ser feliz, embora louco, que em conformidade viver..."
Martin Luther King

Abraços com todo meu carinho

angel disse...

Devemos recordar sempre das coisas boas de nossa vida. Interessante que quanto mais lembramos das coisas que nos fizeram felizes mais nos damos conta que foram momentos onde coisas simples como um abraço, um sorriso, um cheiro de mato, ou bolo assando, uma broincadeira, um olhar aconteceram.
Não me lembro de nada mais significativo nos momentos verdadeiramente felizes que coisas simples onde o dinheiro não entrou.
Tenha uma linda semana e que ela seja cheia de coias agradáveis que te possam servir de boas recordações daqui a alguns anos. beijão
angel

Graça Pereira disse...

Minha Querida:
Estou há dias a tentar deixar-te um comentário...sabes que links, não é comigo...Esqueceste que sou selvagem???
Adorei o que escreveste, num sentimento que comungo totalmente...os cheiros fortes da terra molhada e quente de África, os sabores dos frutos tropicais, os risos deixados entre as acácias floridas... As nossas lembranças juntam-se num tempo que continua vivo no nosso coração!!
Beijocas e bom domingo.
Graça

Ricardo Calmon disse...

Ah!Kibon ler post esse,Ra Sena,mexeu ave moi,belo texto,com mentes e corações nossos despertando e sôdades criando!

Braxxxxxxxxxx!

Viva Vida!

Comartins disse...

OLÁ AMIGA!TUDO BEM COM VC?ESTOU COM SAÚDADES.AMEI AS NOVIDADES PARABÉNS POIS ES MUITO CRIATIVA E USA DE MUITO CAPRICHO EM TUDO O QUE FAZ!TENHA UM MARAVILHOSO DOMINGO E UMA SEMANA ABENÇOADA E PRODUTIVA.DEUS ABENÇOI.BJSSS DE SUA AMIGA CO

Cida Crochêt disse...

OLÁ MENINA LINDA!!!
PARECE QUE VOLTEI A INFANCIA COM SUAS PALAVRAS!
LINDO SEU BLOG QUERIDA!ME SENTI MUITO BEM AQUI
DEUS TE ABENÇÕE
TIA CIDA QUE TE AMA

Vera Y. Silva disse...

uma casa assim só mesmo na memória!

Ana B disse...

Rosa Maria, as memórias da infância são mesmo importantes para nossa vida adulta. Meus caminhos de menina incluiam terra, mato, flores do cerrado e o cantar dos pássaros. Quando morei em São Paulo, estas referências estavam tão vivas que saltavam aos olhos e eu conseguia filtrar os sons e ouvir os pássaros, filtrar os aromas e sentir cheiro de natureza. Acredita?
Beijão, querida e ótima semana.

*~* Coisas da Bruxinha *~* disse...

Oi RaSena, saudades de vc amiga, e que coisa louca essa vida , quando criança queremos crescer a qualquer custo, ser adulto, e agora temos saudades de nossa infancia. Embora eu sinta saudades de algumas coisas que nãovoltam mais da minha infancia , gosto desse lado experiente que consegui atraves dos anos de vida. Mas lembrar é sempre muito bom.
Bjs e boa semana querida !!

Paulo Celso disse...

Muito obrigado pela visita, seu post também é demais.
Abraços

porta aberta disse...

cheguei e achei td muito lindo.só apaixonada por telas.saber pintar é um verdadeiro dom dos céus ,bom começo de semana !

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...